O inverno aqui na minha cidade nem parece muito inverno, mas os 17°C que temos já é motivo para tirar as cobertas e os casacos do armário. Eu encontrei algumas inspirações de tricôs gigantes que só de olhar já dá uma sensação de aconchego. E o melhor, é que podem também servir de decoração.

1. Com esse cobertor, minha cama dificilmente ficaria tão arrumadinha assim.
2. Essa foto deu vontade de ir correndo para casa assistir um filme e fazer um chocolate quente.
3. Essa coberta deixou o sofá com um charme a mais. 


Um meme para um post centenário!

Ha um pouco mais de um ano, eu vi que meu antigo blog estava mais que abandonado e criei um novo, ainda mais pessoal, com coisas legais que encontro e situações diferentes e as vezes engraçadas que acontecem comigo.
Hora de riscar aquilo que já foi feito!

1. Criou seu próprio blog.
2. Dormiu sob as estrelas. (considerei acampamento com amigos)
3. Tocou numa banda. (época boa em que eu tocava flauta no conservatório municipal)
4. Visitou o Havaí.
5. Viu uma chuva de meteoros. (nunca vi nem estrela cadente)
6. Doou mais do que podia para caridade. 
7. Foi para a Disney.
8. Escalou uma montanha. (não foi bem uma montanha)
9. Segurou um louva-Deus.
10. Cantou um solo.
11. Pulou de bungee jump.
12. Visitou Paris.
13. Viu uma tempestade de raios no mar.
14. Aprendeu uma forma de arte sozinho. (colar papeis em uma caixa foi minha arte)
15. Adotou uma criança.
16. Teve uma infecção alimentar.
17. Visitou a Estátua da Liberdade (ou o Cristo Redentor).
18. Cultivou seus próprios vegetais.
19. Viu a Mona Lisa na França.
20. Dormiu num trem-leito.
21. Participou de uma luta de travesseiros.
22. Viajou pedindo carona.
23. Faltou por estar doente e não estava. (quem nunca?)
24. Construiu um forte na neve.
25. Segurou um carneiro.
26. Mergulhou pelado.
27. Correu uma maratona.
28. Se escondeu em uma gôndola em Veneza.
29. Viu um eclipse total.
30. Viu o nascer e o pôr-do-sol.
31. Fez um home-run (google diz que é algo no beisebol).
32. Esteve em um cruzeiro.
33. Viu as Niagara Falls ao vivo.
34. Visitou o lugar onde seus ancestrais nasceram.
35. Viu uma comunidade Amish.
36. Aprendeu uma língua nova sozinha.
37. Teve dinheiro o bastante para ficar realmente satisfeito.
38. Viu a Torre Inclinada de Pisa.
39. Escalou nas rochas.
40. Viu "David" de Michelangelo.
41. Cantou karaokê.
42. Viu um gêiser em erupção.
43. Pagou uma refeição para um estranho.
44. Visitou a África.
45. Andou na praia à luz da lua.
46. Foi transportado por uma ambulância.
47. Teve um retrato seu pintado.
48. Pescou no alto-mar.
49. Viu a Capela Sistina em pessoa.
50. Esteve no topo da Torre Eiffel em Paris.
51. Mergulhou ou fez um snorkel.
52. Beijou na chuva.
53. Brincou na lama.
54. Foi a um cinema drive-in.
55. Foi ao cinema.
56. Visitou a Muralha da China.
57. Abriu seu próprio negócio.
58. Teve aula de artes marciais.
59. Visitou a Russia.
60. Trabalhou em uma cozinha do sopão.
61. Vendeu biscoitos de escoteiras.
62. Admirou baleias.
63. Ganhou flores sem motivo.
64. Doou sangue.
65. Pulou de para-quedas.
66. Visitou um campo de concentração nazista.
67. Teve um cheque devolvido.
68. Voou em um helicóptero.
69. Guardou um brinquedo de infância. (meu Baby Dinossauro ♥)
70. Visitou o Lincoln Memorial.
71. Comeu caviar.
72. Fez um quilt.
73. Foi até Times Square.
74. Conheceu os Everglades.
75. Foi demitido.
76. Assistiu a mudança de guardas em Londres.
77. Quebrou um osso.
78. Andou em uma motocicleta de corrida.
79. Viu Grand Cânion ao vivo.
80. Publicou um livro.
81. Visitou o Vaticano.
82. Comprou um carro zero. 
83. Andou em Jerusalém.
84. Teve uma foto sua no jornal.
85. Leu a Bíblia inteira.
86. Visitou a Casa Branca.
87. Matou e preparou um animal para comer.
88. Teve catapora. (com 14 anos)
89. Salvou a vida de alguém.
90. Participou de um júri.
91. Conheceu alguém famoso.
92. Participou de um clube do livro.
93. Perdeu um ente querido.
94. Teve um bebê.
95. Viu o Alamo ao vivo.
96. Nadou no Great Salt Lake.
97. Processou alguém ou foi processado.
98. Teve um celular.
99. Foi picado por uma abelha. (foi assim que descobri minha alergia)
100. Foi ao Canal do Panamá.


O inverno está chegando, e para a combinação do frio e cobertor ficar ainda melhor, vamos acrescentar o chocolate quente. A receita é bem simples e fica muito bom.
Ingredientes:
- 2 xícaras de chá ou uma caneca de leite
- 3 colheres de sopa de chocolate em pó (não use achocolatado)
- 4 colheres de sopa de açúcar
- 1/2 caixinha de creme de leite
- Opcional: chantili ou canela

Obs.: Se você quiser utilizar o cacau em pó no lugar do achocolatado, a quantidade de açúcar é a mesma do cacau. Normalmente uma colher se sopa para a medida da caneca de leite.
Modo de Preparo:
Coloque na panela o leite, o chocolate em pó e o açúcar (e a canela). Misture até ficar homogêneo. Ligue o fogo baixo e mexa bem até ferver. Desligue e acrescente o creme de leite. Sirva ainda quente.


Consequência de vida de casada: Abraço as roupas com cheirinho de amaciante.
Fato triste: Conheci um amaciante de roupas que tem um perfume maravilhoso. Comprei e usei nas roupas todas. Depois que ele acabou, o preço dobrou o valor e eu nunca mais tive coragem de comprar. Promoção cadê você?

Carlos Gualberto Amorim foi o primeiro radioamador na minha cidade, e também foi meu avô paterno e marido da Alaíde. Além disso, foi o responsável por trazer a primeira televisão em cores na mesma cidade. Mesmo com o pouco estudo que tinha, era conhecido por seus dotes intelectuais, o que gerou seu apelido "Professor Pardal" (aquele gênio das histórias em quadrinhos do Walt Disney), porque além das suas atividades na rádio, trabalhava em sua oficina caseira, também foi Comissário de Menores e ainda arranjava tempo para a garimpagem.
Mas o destaque mesmo foi para esse anúncio publicado no dia 30 de março de 1972, no Jornal dos Municípios. Olha só que recordação boa:
Infelizmente não tive o prazer de conhecê-lo, pois ele morreu quando eu tinha apenas dois meses de idade, em razão de um câncer no pulmão.

Falando na família Amorim... Vamos a um diálogo que aconteceu essa semana:

Eu estava no alpendre da casa da minha avó, conversando com ela e com a minha tia Cláudia. E minha avó pergunta:
- Aline, você cozinha todo dia na sua casa?
- Cozinho sim. As vezes o Helinho faz alguma comida pra gente também.
- Viu Cláudia. Você deveria aprender.
- Nem.. Pra quê? Morro de preguiça. Prefiro comer fora.
- A Verônica também faz muitas comidas, ela faz até bolo. - minha avó diz, não satisfeita com a resposta dela.
E a minha tia responde:
- Deus me livre cozinhar igual a Verônica, ela diz que o pão de queijo dela é o melhor. E eu nunca comi um tão muxibento. E o bolo dela nem cresce. Se for pra cozinhar desse jeito, prefiro nem aprender!


No início de fevereiro, esquecendo aquela lista cheia de metas inconcluídas, eu fiz uma lista com cinco hábitos simples para serem adotados em um mês. Todos os itens foram concluídos com sucesso, e eu contei isso em um post cheio de positividade

E lá vai mais uma lista com mais cinco hábitos para serem acrescentados na nossa rotina!

1. Faça uma limpeza no guarda-roupas e doe roupas e sapatos que não usa. Faço isso menos do que gostaria, mas pra que tanta roupa na gaveta, se uso sempre as mesmas? Hora de fazer uma faxina!
2. Coma mais verduras. Essa era uma meta que eu tinha uma certa dificuldade para realizar por conta de sempre comprar as mesmas verduras, mas aos poucos estou conseguindo. E isso precisa ser realmente um hábito. Vamos comer mais verduras?
3. Beba mais água. Isso parece até uma frase que a minha mãe sempre fala comigo. Eu tenho essa dificuldade em beber água, sei que faz bem para a saúde e para a pele, mas cadê a vontade de beber água? É hora de parar com a preguiça e tomar água!
4. Durma mais cedo. Comecei outra faculdade, tenho que acordar meia hora mais cedo e o que eu faço? Durmo mais tarde e fico o dia todo abrindo a boca. Esse é um hábito que precisa ser incluído e cumprido com mais prioridade. 
5. Pense positivo! Acredito que pensamentos e palavras positivas atraem coisas boas, então é hora de parar de reclamar/murmurar (e isso acontece sem percebermos) e pensar que tudo acontece por causa de um propósito e irá se resolver.