14 de junho de 2024

Meu primeiro dia da mães

 Talvez esse blog tenha mais assuntos sobre maternidade do que o esperado.

 Meus pais estão a pura felicidade com a primeira neta. E o amigo do meu pai deu uma camiseta pra ele que ela tá quase andando sozinha de tanto que ele usa. 

 Meu primeiro dia das mães como mãe. Encomendamos um rondelli com molho branco e tomate seco, estava muito maravilhoso. Minha sogra e minha cunhada vieram almoçar conosco. Minha mãe estava gripada e ficou em casa.

 Ganhei meu primeiro presente de dia das mães, um colar da minha mãe. E meu marido me deu um sapato e chocolates.

Desabafo: 45 dias sendo mãe, eu dei uma pirada. A Cecília deu bastante cólicas e chorava muito. Ultimamente isso tem diminuído, mas ainda acontece. Aí eu fiquei triste comigo mesma por não estar conseguindo ter uma rotina de sono com ela. Os horários do banho eu consigo manter iguais, mas já teve dias em que eu começa a rotina de sono às 18h e ela dormia só as 23h. Ficava pensando no que eu estava fazendo de errado. 
Além disso acostumamos a fazer ela dormir no colo e mais uma vez ficava pensando que tava fazendo tudo errado.
Mas parei de pensar nisso e agora sei que estou fazendo meu melhor e é isso mesmo. 
Estou fazendo esse registro para parar de exigir tanto de mim mesma e lembrar que vai chegar um momento em que ela não vai querer ficar mais no meu colo. Seguimos em frente.

Lendo: Eu fico 24 horas com a Cecília e ler é um hábito que eu consegui manter diariamente nas horas vagas, é algo em que eu consigo fazer por mim. Estou lendo a série ACOTAR e acho que pelo fato dos livros serem tão perfeitos é a razão de não ter para do com a leitura nesses dias tão desafiadores.

Assistindo: Comecei Dinastia pela falta de opções de séries boas, estou amando voltar a assistir série com temporada com mais de 20 episódios. Dá uma raiva esses streamings fazendo séries com 8 episódios, como é o caso de Bridgerton, que aliás, boa demais essa terceira temporada hein!

Amei: Gente, vocês viram que 5 a seco voltou? Fiquei tão feliz! E triste por não conseguir ir no primeiro show que irão fazer. Tomara que venham logo para MG, porque aí fica mais fácil pra mim!

Primogênita: Eu acho que a Miley está caducando. A minha idosinha de 10 anos e meio passou a maior parte da vida com gastura de grama, ainda mais por que é onde ela faz as necessidades dela. Sempre pisando nas pedras e evitando ao máximo "encostar as patinhas" na grama. Eis que ontem de manhã eu vejo ela dormindo onde ela mais temia. Se bem que ela tirou um pouco da grama e deitou mais na terra. Mas olha onde o rosto dela está! 

9 comentários:

  1. aline, pra maternidade eu costumo me agarrar no "a gente faz o que pode" e é isso ai. primeiro mês da sara a bichinha só dormia no meu colo, eu sentada no sofá, madrugada a dentro. no segundo e terceiro mês consegui adaptar para a cama, mas ainda dormia em cima do meu peito. quarto mês a bichinha tava pesada e "escorreguei" ela para o meu braço, na mesma cama. é assim por diante. tá certo? não sei. mas foi o que deu. foi o que funcionou pra gente que só queria dormir. os pais precisam dormir caramba HAHAHAHA cada família escolhe as batalhas e sacrifícios que tá disposto e tudo bem né? e tua nenê é uma coisinha fofa ♥

    (saudades acotar j_j)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom ler seu comentário. Eu faço o meu melhor mas as vezes bate uma insegurança.

      Excluir
  2. Ser pai deve ser uma sensação incrível e bastante desafiadora. Desejo sucesso na criação do seu bebê. Vai dar tudo certo. Sua cachorrinha é uma graça só!

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar cheio de posts novos e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  3. Oi, Aline! Fico feliz que tenham tido um bom dia das mães! Eu simplesmente amei essa camiseta do seu pai hahaha Vou querer uma igual!

    Eu entendo completamente essas dificuldades com o sono da bebê. Minha bebê só dormia no meu colo durante as primeiras semanas. No começo, eu me irritava com aquilo porque, todas as vezes em que a colocava no berço, ela acordava (mesmo estando dormindo profundamente quando a tirava do meu colo). Sério, parecia coisa de doido. Eu me perguntava: "Como que ela percebe que não tá mais no meu colo sendo que ela está dormindo PROFUNDAMENTE?". Não entendia. Depois de um tempo, aceitei e passei a dormir com ela deitada no meu peito. Não era lá a forma mais segura de todas, mas eu precisava descansar e essa era a única forma que eu conseguia. Aos poucos, com 2/3 meses ela começou a se adaptar melhor ao berço e hoje em dia, com 5 (quase 6 meses), ela nem consegue mais dormir no meu colo. Se eu a coloco no meu colo para dormir ela se irrita e só se acalma quando está no berço. E, pode parecer loucura também, mas quando isso começou a acontecer eu senti saudades de quando ela se aninhava e dormia tão profundamente no meu peito. Enfim, muito complexo esses sentimentos maternais hahaha

    Já anotei essa indicação da série de livros ACOTAR. Estou precisando ler mais literatura e não sabia qual escolher.

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tão bom ler comentários assim. Me sinto menos culpada por ela estar dormindo muito no colo. Muito complexos esses sentimentos mesmo! Beijos

      Excluir
  4. Adorei a camiseta! :D

    E é bem isso mesmo, não tem como ser mãe perfeita de comercial de margarina e tá tudo bem, a gente faz o melhor que pode e no fim fica tudo certo <3 Até hoje fico com algumas inseguranças sobre ser mãe (minha filha já tem 9 anos), me cobro, mas no fim é sobre ser o melhor que podemos da maneira que podemos.

    Você é uma ótima mãe, vai dar tudo certo, só confiar no seu coração ♥

    ResponderExcluir
  5. Deve ter sido emocionante seu dia das mães. Desejo muita saúde para você e sua filha.
    beijos,
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Aline!
    Fiquei uns meses sem vir pra cá e imagina a surpresa quando vi que sua bebê já nasceu!! Que tudooooo 😍 Parabéns pra vocês... ela é um amorzinho!!!

    ResponderExcluir